Ações mais rígidas visam coibir festas clandestinas em Ituiutaba (MG), veja detalhes

O comando da Polícia Militar e a coordenação da Central de Fiscalização estiveram reunidos com o secretário de Governo, José João Dib Neto, para alinhar algumas ações no sentido de coibir as aglomerações e realização de festas clandestinas em Ituiutaba. O objetivo é tentar conter a propagação do novo coronavírus e fazer cumprir a legislação vigente, que proíbe a realização de eventos e prevê duras penalidades aos infratores.

“Estamos atravessando um momento difícil, onde o isolamento social é extremamente importante no enfrentamento a esta pandemia. Muitos segmentos comerciais estão proibidos de funcionar por não estar inseridos na Onda Vermelha do Minas Consciente e seguem acumulando prejuízos. Enquanto isso, vemos pessoas descumprindo as regras de segurança e colocando a própria vida e as dos outros em risco”, disse Dib Neto.

A coordenadora da Central de Fiscalização, Amanda Luz, afirmou que boa parte das denúncias que recebe, está ligada a festas e aglomerações em residências. Segundo ela, a maioria ocorre aos finais de semana, “Inicialmente, verificamos se o imóvel possui alvará para a realização de eventos. Se for residência particular, encaminhamos a denúncia à Polícia Militar”.

Presente na reunião, o comandante do 54º Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Waldir dos Santos, lamentou a falta de consciência de uma parcela da população que continua infringindo a lei e promovendo festas clandestinas em Ituiutaba.  Lembrou tal procedimento se enquadra em crime de “infração de medida sanitária preventiva”, previsto no Artigo 268, sujeito a pena que varia de um mês a um ano de reclusão e multa.

“A Polícia Militar continuará a apoiar as ações de fiscalização. O descumprimento das normas atinentes ao momento quanto às medidas de prevenção à proliferação do coronavirus enseja medidas legais, as quais vem sendo adotado pela instituição. A resistência de algumas pessoas em obedecer às regras, colocando a saúde e vidas das pessoas em risco, nos faz intensificar o patrulhamento e a fiscalização. Reforçaremos as ações nesses próximos dias”, disse o comandante do 54º BPM, Waldir dos Santos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *