Corte de árvore é executado pelo CBMMG no trevo da BR-365 com a BR-153

O 2° Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar de Ituiutaba atendeu nesta quarta-feira (10-11), uma solicitação da concessionária Ecovias do Cerrado apontando uma árvore da espécie Figueira Benjamina caída no canteiro central, do cruzamento entre as rodovias BR-365 e BR-153.

A Figueira Benjamina (árvore totalmente seca) havia caído próximo as residências dos funcionários do posto, sendo arrastada inteira pela concessionária da rodovia para o canteiro central no intuito de eliminar o risco nas residências e rede elétrica da CEMIG.

A concessionária solicitou uma guarnição Bombeiro Militar para seccionar o tronco da árvore, de forma a facilitar os trabalhos de retirada da mesma do local. A guarnição realizou o fracionamento dos galhos e troncos da árvore que continha, aproximadamente, 10 metros da raiz a copa.

Para a execução dos trabalhos os Bombeiros Militares utilizaram cones de sinalização, motosserras, além dos equipamentos de proteção individual, necessários para garantir a segurança dos Militares.

O 2° Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar de Ituiutaba aproveita para trazer algumas orientações a toda população da cidade e região a respeito dos cortes de árvores realizados pela corporação.

Apesar do valor incontestável das árvores para o meio ambiente, muitas vezes é conflitante o convívio delas no meio urbano, pois estão sujeitas a interferências naturais e antropogênicas, ao envelhecimento e ao acometimento de doenças, fatores esses que podem levar o espécime ao risco iminente de queda, concomitantemente ao risco à vida e/ou bens da população.

Nesse sentido, compete ao Corpo de Bombeiros Militar adotar medidas que visem proteger as pessoas e o patrimônio. Uma dessas medidas é a vistoria quanto ao risco de queda, poda e corte de árvores, e para tal situação os militares contam com o aplicativo V Árvore, que auxilia na análise do risco iminente de queda da árvore. Vale ressaltar também que o Corpo de Bombeiros Militar só realiza o corte e/ou poda de uma árvore se ela oferecer risco iminente de queda, ou como na ocorrência acima mencionada de obstrução de vias públicas, caso contrário, o cidadão é orientado a adotar meios dentro da legislação vigente para realizar os trabalhos.

Em caso de emergência ligue 193. O Corpo de Bombeiros Militar está sempre pronto e treinado para atender a população nas mais diversas situações.

Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, o amigo certo nas horas incertas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *