Gerente geral não está autorizado a dar entrevista ou nota de esclarecimento sobre os supostos crimes de estelionato ocorridos, diz atendente da Caixa Econômica Federal de Ituiutaba

Na manhã desta segunda-feira (08/02), a equipe de reportagem tentou contato com a gerência da Caixa Econômica Federal de Ituiutaba para obter uma nota de esclarecimento referente aos crimes de estelionatos que ocorreu na última semana.

Durante a ligação, a atendente da CEF disse ao repórter Clésio Braga que o gerente geral do banco não está autorizado a dar entrevista e nota de esclarecimento sobre o caso. Ademais, a mesma colocou a chamada em espera demostrando não importar com o assunto.

Na semana passada, duas vítimas fizeram boletim de ocorrência na Polícia Militar de Minas Gerais queixando ter sofrido estelionato em suas contas na Caixa Econômica Federal. Uma delas relatou no B.O que foi feito uma transação suspeita por alguém não identificado utilizando os dados da de sua conta. Trata-se de uma operação de transferência no valor de R$ 77.000,00 (setenta e sete mil Reais), ocorrida no dia 03/02/2021 dentro da CEF.

A segunda vítima também procurou a PMMG para registrar que no dia no dia 03/02/2021 ela foi vítima de estelionato na agência bancária situada da Rua 22 com 11 e 13, no Centro de Ituiutaba (MG). O crime foi descoberto após a vítima deslocar até o banco para realizar um saque e efetuar o pagamento de conta no caixa eletrônico, momento em que percebeu que estava faltando dinheiro em sua conta.

Diante disto, a mesma procurou a gerente do banco que lhe disse que fora realizado um pagamento de boleto no valor de R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil Reais) e um saque no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil Reais) de sua conta. Uma mulher portando documentos supostamente falsos em nome da vítima realizou toda a transação na “boca do caixa” da agência.

Os dois crimes somam um montante subtraídos das vítimas no valor de R$ 157.000,00.

Após reportar os casos, o Canal Janela Aberta recebeu diversas denúncias apontando supostos golpes envolvendo envolvendo contas de clientes. Os mesmos estão alegando saques indevidos na conta corrente, saque do FGS e do Auxílio Emergencial. Mais informações serão noticiadas em breve.

De acordo com informações das vítimas, mais de 12 mil Reais foram subtraídos indevidamente nos novos casos.

Clique aqui para ter acesso na integra dos dois casos de estelionatos ocorridos em Ituiutaba na semana passada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *