Mais uma cliente da Caixa Econômica Federal de Ituiutaba é vítima de estelionato em menos de 24 horas, cerca de 77 Mil Reais foram transferidos da conta da vítima

Nesta quarta-feira (03/02), a Polícia Militar Minas Gerais registrou mais uma ocorrência de estelionato em Ituiutaba (MG). Dessa vez a vítima é uma mulher de 42 anos. Ela teve 77 mil reais subtraídos através de transferência bancária de sua conta.

Conforme apurou a equipe de reportagem do Canal Janela Aberta, a vítima compareceu na Base Comunitária da PMMG e relatou que no dia 03/02/2021, a gerente da CEF entrou em contato com a mesma para ela ir pessoalmente até o banco situado na Rua 22 com 11 e 13, no Centro da cidade, para conversar sobre uma movimentação indevida em sua conta corrente. Diante disto, a vítima deslocou até a agência para verificar a situação.

No local, a vítima foi questionada pela gerente se ela havia perdido documentos e cartão do banco em data pretérita, haja vista que tinha sido feita uma transação suspeita por alguém não identificado utilizando os dados da conta. Trata-se de uma operação de transferência no valor de R$ 77.000,00 (setenta e sete mil Reais), ocorrida no dia 03/02/2021 dentro da CEF.

Ainda de acordo com apurações, a vítima alega que desconhece a transação e que seu cartão esteve em sua posse todo o momento. O crime será encaminhado à Polícia Federal. Uma investigação interna também será realizada.

O Outro crime de estelionato OCORRIDO na Caixa Econômica Federal de Ituiutaba em menos de 24 horas.
Foto: Divulgação

Uma mulher de 35 anos foi vítima de estelionato na Caixa Econômica Federal de Ituiutaba e cerca de 80 mil Reais foram subtraídos da conta bancária durante saque e pagamento de boleto.

Entenda:

Nesta quarta-feira (03/02), uma mulher de 35 anos foi vítima de estelionato em agência bancária situada na Rua 22 com 11 e 13, no Centro de Ituiutaba (MG). O crime foi descoberto após a vítima deslocar até a Caixa Econômica Federal para realizar um saque e efetuar o pagamento de conta no caixa eletrônico, momento em que percebeu que estava faltando dinheiro em sua conta.

Diante disto, a mesma procurou a gerente do banco que lhe disse que fora realizado um pagamento de boleto no valor de R$ 75.000,00 (setenta e cinco mil Reais) e um saque no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil Reais) de sua conta. Uma mulher portando documentos supostamente falsos em nome da vítima realizou toda a transação na “boca do caixa” da agência.

Os dois crimes somam um montante subtraídos das vítimas no valor de R$ 157.000,00.

A equipe de reportagem do Canal Janela Aberta tentou contato com o banco para solicitar uma nota de esclarecimento sobre o caso, porém, até o momento desta ninguém atendeu o telefone.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *