Primeiro lote de testes rápidos para o coronavírus chega ao Brasil

Pousou nesta segunda-feira (30) no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, o avião com 500 mil kits de testes rápidos para coronavírus (COVID-19). Os itens, doados pela mineradora Vale, podem checar a presença da doença em um paciente em apenas 15 minutos.

É apenas o primeiro lote de kits. Ao todo, são 4,5 milhões de itens, previstos para chegar ao Brasil no decorrer de abril. Os testes são produzidos pela empresa chinesa Wondfo e são certificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Os 500 mil kits foram transportados em 417 caixas, que totalizaram um peso de 6,3 toneladas. A carga foi embarcada no Aeroporto Internacional de Guangzhou Baiyun, na província chinesa de Guangdong, na madrugada desse domingo (29). Foram mais de 17 mil quilômetros percorridos em 23 horas de voo.

É gratificante ver a chegada ao Brasil do primeiro lote de kits provenientes da China. A Vale oferece essa ajuda à sociedade brasileira em um momento em que o País se une pela saúde e segurança das pessoas. Estamos lançando mão da nossa rede de logística na Ásia para trazer ao Brasil insumos que poderão fazer a diferença na vida das pessoas,” disse, em nota, Eduardo Bartolomeo, presidente da Vale.

Os kits chegaram durante a entrevista coletiva dos ministros, que tratavam sobre ações do governo federal acerca do coronavírus. De acordo com o chefe da pasta de saúde, Luiz Henrique Mandetta, a logística para o repasse dos kits será traçada pelo Ministério de Infraestrutura, comandado por Tarcísio Gomes de Freitas.

“Tarcísio está com o telefone em tempo real, pois acaba de pousar o avião com os kits da Vale. Se estivesse só o Ministério da Saúde envolvido (no combate ao coronavírus), teria muita dificuldade, pois semana passada despachamos cargas em caminhões que demoraram cinco, seis dias para chegar. É um teste que estamos montando com (o Ministério da) infraestrutura, com (o Ministério da) Defesa e Aeronáutica. Poderá envolver aviões cargueiros, de estados, municípios, entre outros”, disse Mandetta.

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Fonte: Estado de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *