Quatro incêndios em vegetação são registrados pelo CBMMG em Ituiutaba

Nesta sexta-feira (23/04), o 2° Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atuou em quatro ocorrências de incêndio em vegetação em diversos pontos da cidade de Ituiutaba. A suspeita é de que todas sejam oriundas de ação criminosa.

A primeira ocorrência foi registrada às 15h, na Rua C17, no Bairro Canaã 2, em um terreno pertencente a órgão público. O incêndio destruiu uma área aproximada de 3.000 m² de vegetação do tipo capim braquiária.

Às 18 horas e 42 minutos, o CBMMG foi acionado na Avenida Professor José Vieira de Mendonça, no Bairro Alvorada, onde os focos tomaram proporção menor, em torno de 600 m².

Já na Avenida José Romão de Azevedo com Rua das Palmas, Bairro Cidade Jardim, os bombeiros militares foram chamados por volta das 19h21 para um incêndio também em braquiária, que consumiu 300 m² da vegetação.

Por fim, o último acionamento em ocorrência dessa natureza foi registrada na Avenida C5, no Canaã 1, onde os militares se depararam com focos espalhados em 200 m² de um lote ao lado de uma residência, sendo que um desses focos estava próximo a uma fiação, em uma caixa abaixo do padrão de energia.

Em todas essas ocorrências a guarnição de socorro trabalhou com o uso de abafadores e bombas costais para debelar os focos e evitar a propagação e danos maiores.

Cabe ressaltar que qualquer atividade que cause poluição ao meio ambiente e danos à saúde humana, como queimadas em lixo, matas e lotes vagos, se configuram como crime ambiental, de acordo com a Lei Federal Nº 9.605/98. Se pego em flagrante, o autor é conduzido à delegacia, recebe multa que varia entre R$ 150 e R$ 2.500.

Quem coloca fogo em lote vago ou mesmo em um amontoado de folhas na calçada causa danos à saúde de muitos.

Ao presenciar alguma pessoa colocando fogo, seja em qualquer lugar, ligue e denuncie através do número 181, para que o responsável seja punido.

Em caso de emergência, entre em contato com o número 193 e peça ajuda. Amigo certo nas horas incertas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *