Sobrevivente de grave acidente de trânsito em Gurinhatã/MG visita os Bombeiros Militar de Ituiutaba para agradecer o resgate, veja detalhes

Em Ituiutaba/MG, o 2º Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar recebeu a visita de Dalila, sobrevivente de um grave acidente ocorrido na MGT-461, em Gurinhatã/MG, no dia 01 de janeiro, de 2020.

A vítima que foi resgatada com a sua família de uma ocorrência envolvendo dois carros em colisão frontal. Nesta terça-feira, 18, ela compareceu ao quartel dos Bombeiros para agradecer os militares que aturam no salvamento.

De acordo com Dalila, ela ficou 12 dias hospitalizada no Hospital São José, em Ituiutaba, acordada consciente por apenas 04 dias após o acidente. Enquanto hospitalizada, ela cuidou de diversas fraturas, fez cirurgias, sofreu convulsões e até mesmo a teve a necessidade de fazer duas transfusões sanguíneas.

Os filhos dela sendo um de 05 anos e outro de 03 anos, também estavam no veículo e precisaram ficar dois dias internados na UFU – Uberlândia. Um deles sofreu um corte de 04 pontos no pé e o outro teve traumatismo craniano e trincou a clavícula.

O marido dela quebrou a mão esquerda e teve um corte na perna de 06 pontos. O irmão dela quebrou a mão direita e a prima do marido teve um corte no joelho que também foram necessários 06 pontos. Os três ficaram em observação na cidade de Santa Vitória por um dia.

Dalila ainda não pode andar devido à recuperação das cirurgias que realizou, se locomovendo com cadeira de rodas. Porém, está otimista com os resultados e espera caminhar em breve.

Mulher de fé, Dalila acredita na proteção divina que salvou ela e toda a sua família desse trágico acidente, e afirmou que Deus utilizou a vida dos Bombeiros para salvar sua família.

Dalila fez questão de visitar os militares que atuaram no acidente, demonstrando imensa gratidão aos Bombeiros.

“Os militares ficaram emocionados com a visita e de saber que a família se encontra toda em boa recuperação. Lembraram também da importância da equipe do SAMU que apoiou a ocorrência com 04 ambulâncias e com a equipe médica, tendo em vista o número de vítimas eram 07.” Disse a ascom BM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *