Suspeito de matar o marido Cônsul da Alemanha é preso no Rio

O cônsul da Alemanha na cidade do Rio de Janeiro, Uwe Hahn, foi preso no sábado (6) em flagrante por suspeita de matar seu marido, o belga Walter Henri Maximilien Biot, de 52 anos. Biot foi encontrado morto na cobertura onde morava, em Ipanema, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro.

A Polícia Militar foi acionada inicialmente para verificar uma ocorrência de morte por “mal súbito” no local. Posteriormente, no entanto, peritos constataram a existência de lesões pelo corpo de Biot, por isso, um inquérito foi aberto pela Delegacia do Leblon (14ª DP).

Segundo a Polícia Civil, em depoimento Uwe Hahn negou que tenha matado o marido e manteve a versão da morte por mal súbito. Fonte e fotografia arquivo: Agência Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *