Governo de Minas planeja feriadão na próxima semana e convocação temporária de estudantes e aposentados para conter a Covid-19

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Agostinho Patrus (PV), anunciaram um conjunto de medidas emergenciais para enfrentar o estado de calamidade pública causada pela pandemia de covid-19.

O Estado vai ampliar os serviços de saúde com a convocação de profissionais voluntários; contratação de estudantes da área de saúde; contratação de serviços de saúde por meio de credenciamento de pessoa física ou jurídica; e a contratação temporária de profissionais da área de saúde aposentados.

O governo também vai antecipar para os dias 5, 6 e 7 de abril de 2021 os feriados estaduais de 21 de abril de 2021, 21 de abril de 2022 e 21 de abril de 2023. O objetivo com isso é intensificar as ações de distanciamento social.

A tramitação do projeto de lei com essas ações será feita de maneira extraordinária, com apreciação pelos parlamentares, apresentação de emendas e votação em reunião extraordinária de Plenário amanhã (31).

Nas últimas 24 horas, Minas Gerais registrou 3.112 novos casos confirmados de covid-19 e 101 óbitos por causa da pandemia. Desde o início da pandemia, foram registrados 1.103.687 casos confirmados e 23.788 óbitos. Do total, 94.715 casos estão em acompanhamento.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, existem no Estado 1.011 pacientes à espera de internação na UTI, sendo 820 com covid-19 ou suspeita e 191 pacientes com outras demandas. A fila para leitos de enfermaria é maior, de 2.807 vagas.

A taxa de ocupação de leitos de UTI no Estado está em 86,81% e a taxa de ocupação de leitos de enfermaria está em 74,01%, segundo a Secretaria.

“Nota conjunta à imprensa

Assinada pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais e pelo Governo do Estado

Discussões realizadas nos últimos dias entre o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus, e o governador de Minas, Romeu Zema, resultaram na elaboração de um conjunto de medidas emergenciais para enfrentamento ao estado de calamidade pública decorrente da pandemia de covid-19 no estado.

As novas medidas incluem a ampliação dos serviços de saúde por meio da convocação de profissionais voluntários; contratação de estudantes da área de saúde; contratação de serviços de saúde por meio de credenciamento de pessoa física ou jurídica; e a contratação temporária de profissionais da área de saúde aposentados.

Além disso, serão antecipados para os dias 5, 6 e 7 de abril de 2021 os feriados estaduais de 21 de abril de 2021, 21 de abril de 2022 e 21 de abril de 2023 – com objetivo de intensificar as ações de distanciamento social.

As medidas serão apreciadas pela ALMG por meio do Projeto de Lei (PL) 2.591/2021, de autoria do presidente Agostinho Patrus, e têm como objetivo fazer frente à grave situação do aumento no número de internações por covid-19, que pressiona drasticamente a estrutura hospitalar em todas as regiões do estado.

Minas Gerais passa, hoje, por um cenário de guerra, com um alarmante índice diário de mortes, o que exige dos Poderes Estaduais a adoção de medidas ainda mais enérgicas de combate à pandemia. A tramitação do PL se dará de maneira extraordinária, com apreciação pelos parlamentares, apresentação de emendas e votação em reunião extraordinária de Plenário ainda nesta terça-feira (30/3).

Assembleia Legislativa de Minas Gerais
Governo do Estado de Minas Gerais.”

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *