Depois de matar, homicida decepa a cabeça e bebe o sangue da vítima com cachaça em Santa Vitória (MG)

Um crime bárbaro foi registrado em Santa Vitória (MG) pela Polícia Militar de Minas Gerais, nesse feriado da sexta-feira da paixão (02/04).

Um homem de 43 anos de idade, identificado como Burrão, assassinou e decapitou uma vítima do sexo masculino, no acampamento do Tatu, situado na BR-365, altura do KM 828,no município de Santa Vitoriense. A vítima foi identificada como Paulo Cesar Rodrigues, de 43 anos. Paulo era conhecido como Paulo Gago.

Conforme apurações da equipe de reportagem do Canal Janela Aberta, Burrão se apossou de um escapamento de veículo e deferiu na cabeça de Paulo. Em seguida, autor e vítima se envolveram em luta corporal. O autor com maior compleição física dominou a vítima e a assassinou brutalmente.

Após cometer o homicídio com requintes de crueldade, o autor colocou a cabeça decepada da vítima em cima da barriga dela e sentou em um banco de madeira que estava ao lado do corpo, comeu um prato de arroz e bebeu o sangue da vítima com cachaça, aguardando a chegada da PMMG.

Ao chegar no local, a guarnição policial deparou com o corpo decapitado e com diversas perfurações com uma faca cravada no abdômen e o homicida bastante exaltado sentado ao lado.

Ainda de acordo com apurações do Canal Janela Aberta, o autor relatou para a Polícia que cometeu o crime porque a vítima havia falado para o patrão dele que ele tinha abatido um animal suíno de propriedade do empregador escondido.

Diante disto, Burrão recebeu voz de prisão em flagrante pelo homicídio consumado e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Ituiutaba e deixado à disposição da justiça.

Autor e vítima são conhecidos no meio policial pelos crimes cometidos contra o patrimônio.

Além da Polícia Militar, a Perícia da Polícia Civil também foi acionada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *